Equipamento dificulta conexão clandestina á rede e contribui para reduzir perdas em até 48%

FONTE : JORNAL DA ENERGIA

As perdas não-técnicas de eletricidade são consideradas um problema para as distribuidoras de energia elétrica por todo o País, porque resultam quase sempre em perda de receita e descumprimento de metas estabelecidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Algumas dessas perdas são causadas pelas ligações clandestinas na rede, popularmente conhecidas como “gato de luz”.

Para reduzir essas problemas, a KRF passou a ofececer uma solução que dificulta o acesso de terceiros à rede: os conectores do modelo Katro. Segundo a empresa, Grupo Energisa já utiliza a novidade em suas concessionárias de distribuição na Paraíba e no Sergipe, tendo registrado redução de perdas entre 32% e 48% em sua área de concessão.

Marcelo Mendes, gerente comercial da KRJ, fornecedora dos conectores, explica que há três frentes que explicam a eficiência da solução: primeiro, o fato de o conector ser mais robusto; depois, porque ficaria mais complexa a manipulação dos equipamentos, dificuldando os “gatos”; além da possibilidade de optar pela conexão entre os postes. “Esse pacote dificulta a conexão por terceiros à rede, pois, além de ter uma blindagem, exige ferramentas específicas”, diz Mendes.

Mendes lembra ainda que, além do Grupo Energisa, a Coelba, da holding Neoenergia, também adotou a solução. Quanto ao custo, o gerente admite que os conectores são bem mais caros que os tradicionais, mas garante que em pouco tempo é possível amortizar o investimento devido aos ganhos com a redução das perdas não-tecnicas.

Segundo a Aneel, as ligações clandestinas constituem um grave problema, pois geram prejuízos financeiros, que acabam sendo repassados ao consumidor com aumento nas tarifas, ocasionam acidentes na rede elétrica, causando incêndios, choques e explosões, e levam a interrupções no fornecimento de unidades consumidoras.

Deixe um comentário